A Coruja de Monte Suntria

Suntria é uma das denominações de Sintra...O Monte da Lua ...a coruja...sou eu!

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Lenga-lenga...O que está...?


O que está na varanda?


Uma fita de ganga.




O que está na panela?


Uma fita amarela.




O que está no poço?


Uma casca de tremoço.




O que está no telhado?


Um gato malhado.




O que está na chaminé?


Uma caixa de rapé.




O que está na rua?


Uma espada nua.




O que está atras da porta?


Uma vara torta.




O que está no ninho?


Um passarinho


deixa-o no morno


Dá-lhe pãozinho.

Pardal pardo


-Pardal pardo, porque palras?

-Palro e palrarei,

porque sou pardal pardo

palrador del-rei.

lenga-lenga: A chover



















A chover

A trovejar

E as bruxas

A dançar



A chover

A fazer sol

As bruxas

A comer pão mole



http://www.angelfire.com/80s/traquinas/Links/lengalengas.htm

OUR LAND OUR LIFE - nossa terra, nossa vida

OUR LAND OUR LIFE "



'We don't own the land, the land owns us'
- "Nós não possuimos a terra, a terra possui-nos



'The Land is my mother, my mother is the land'
- A terra é a minha mãe, a minha mãe é a terra



'Land is the starting point to where it all began. It is like picking up a piece of dirt and saying this is where I started and this is where I will go'
-A terra é o ponto de partida, onde tudo começou. É como pegar num pouco de poeira e dizer aqui foi onde eu comecei e aqui para onde acabareirei


'The land is our food, our culture, our spirit and identity'
-A terra é a nossa comida, a nossa cultura, o nosso espirito e a nossa identidade


'We don't have boundaries like fences, as farmers do. We have spiritual connections'
- Nós não temos fronteiras como vedações, como os donos de quintas (farmers) têm. Nós temos ligações espirituais.



(lindo! Puro!

retirado daqui:

http://aboriginalart.com.au/culture/dreamtime2.html

Escalda-Pés para pré-adolescentes (para pós-primeiro dia de escola)

Primeiro é necessário q se reúnam as seguintes condições:



- um pré-adolescente que tenha crescido durante o período de Verão e cujos pés tenham crescido de 1 a 1 e1/2 nºs mais do q o seu nº de calçado habitual

-uns ténis de marca favoritos, com cerca de 5cm menos do que os pés do pré adolescente.

- seja o 1 dia de aulas após as ferias de Verão, com muito calor abafado. Juntamos meio dia de pulos, corridas, subidas e descidas de escadas.



Como resultado obtemos uma tremenda dor nos pés do pré-adolescente.



Procedimento:



Num alguidar largo coloca-se agua quente, juntam-se 2 punhados de hortelã-pimenta, um punhado de tomilho e 3 gotas de óleo essencial de alfazema. Tempera-se agua com agua fria até a temperatura ser suportável pelo “nhoquinhas” do pré-adolescente. Ordena-se ao pré-adolescente que coloque os pés dentro da agua com as plantas, mesmo que tal acção seja precedida e seguida de exclamações do tipo: “ Que horror! O que é isto?!?!? Que nojo!?!?!?!”

Obriga-se o catraio a ficar com os pés de molho até a agua começar a arrefecer.